Vasco aparece em 2º lugar no ranking dos clubes brasileiros que mais investiram em reforços para 2023





O Bahia está entre os times brasileiros que mais gastaram com contratações neste começo de ano.

• Esta é a primeira janela de transferências do Bahia sob gestão do Grupo City.
• O Tricolor de Aço já gastou mais do que os times paulistas no mercado da bola.
• Atlético-MG, Corinthians e Flu, somados, gastaram menos do que o Bahia.
• O ranking é liderado pelo Flamengo, que comprou Ayrton Lucas e Gerson.

O Bahia já anunciou 12 reforços nesta janela, sendo sete por empréstimo, um que estava livre (Everaldo) e quatro contratados em definitivo: o zagueiro Marcos Victor, os laterais Cicinho e Jhoanner Chávez, e o atacante Biel. Comprado por R$ 18 milhões do Independiente Del Valle (EQU), Jhoanner se tornou o reforço mais caro da história dos clubes nordestinos.

Palmeiras, Athletico, Botafogo e Goiás são os únicos que não gastaram com contratações nesta janela, entre dezembro e janeiro. Os valores são do site transfermarkt e consideram a cotação do câmbio de ontem (19) -euro a R$ 5,60 e o dólar a R$ 5,18.




Sozinho, o Flamengo gastou mais do que 13 adversários somados, ou seja, mais da metade do Brasileirão: Inter, Cruzeiro, Coritiba, Fluminense, Atlético-MG, Fortaleza, Cuiabá, América-MG, Corinthians, Athletico, Botafogo, Goiás, Palmeiras.

Ranking de quem mais gastou com reforços até aqui:

1º – Flamengo: R$ 123 milhões
2º – Vasco: R$ 89 milhões
3º – Grêmio: R$ 53 milhões
4º – Bahia: R$ 33 milhões
5º – São Paulo: R$ 32,1 milhões
6º – RB Bragantino: R$ 26,9 milhões
7º – Santos: R$ 25,2 milhões
8º – Internacional: R$ 25,1 milhões
9º – Cruzeiro: R$ 20,1 milhões
10º – Coritiba: R$ 20,5 milhões
11º – Fluminense: R$ 16,8 milhões
12º – Atlético-MG: R$ 8,8 milhões
13º – Fortaleza: R$ 8 milhões
14º – Cuiabá: R$ 7,6 milhões
15º – América-MG: R$ 5,2 milhões
16º – Corinthians: R$ 4,3 milhões
Athletico, Botafogo, Goiás, Palmeiras: R$ 0

Fonte: UOL