Vasco recebeu cerca de R$ 8 milhões pela transmissão do Estadual da CazéTV



copos-vasco


O Campeonato Carioca não teve premiação de campeão este ano por causa do modelo de contrato de direitos de TV. Mesmo assim, o campeão Fluminense ganhou mais do que Vasco e Botafogo em receitas da competição. Ficou atrás do Flamengo.

Em negociação no ano passado, Flamengo, Fluminense e oito clubes assinaram um acordo com Brax Assets. No meio das conversas, os dois times grandes alvinegros não quiseram fechar com a empresa porque a agremiação rubro-negra receberia mais.

Na sequência, Botafogo e Vasco fecharam acordos com a CazeTV para transmissão de seus jogos em plataforma de streaming.

Pelo acordo com a Brax, o Flamengo levou uma cota de R$ 21 milhões, e o Fluminense, de R$ 14 milhões. Foi um acordo feito entre os dois clubes. Os outros oito times levaram cada um R$ 2,5 milhões.

Vasco e Botafogo informaram terem obtido um ganho de cerca de R$ 8 milhões cada um com as transmissões, segundo apurou o blog. Não foi detalhado como esse dinheiro foi obtido já que a CazeTV não tem como modelo de negócios pagar cotas por direitos. Desse total, 10% tem que ser destinada a Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro).


Oficialmente, nem a LiveMode (operadora da CazeTV), nem o Vasco falam sobre valores obtidos nas transmissão. A diretoria vascaína, internamente, mostrou-se satisfeita com o resultado tanto em termos de receita quanto de exposição do clube.

Todos os clubes tiveram receitas de TV superiores do que no ano passado. Em 2022, o Flamengo teve a maior receita com a venda de pay-per-view que chegava a R$ 14 milhões.

Além das cotas de televisão, Flamengo e Fluminense tiveram as bilheterias dos jogos finais como renda extra em relação a Vasco e Botafogo. Somadas, as duas bilheterias chegaram próximo a R$ 10 milhões brutos. Com os descontos do Maracanã, cada clube ficou com um total em torno de R$ 2,5 milhão cada.

Como já mostrado pelo blog, o Carioca teve público e bilheteria superior ao ano passado.

A Brax Assets já informou que pretende procurar Botafogo e Vasco para tentar um acordo para o próximo ano.

Sobre a premiação e o contrato do Carioca, a Ferj informou:

“A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro informa que, durante as negociações da agência Brax Sports Assets e os clubes signatários do contrato para a gestão dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca de 2023, ficou estabelecido que cada equipe receberia integralmente sua cota de TV, sem que houvesse remuneração variável por desempenho esportivo. Dada a falta de unanimidade na adesão ao contrato proposto pela Brax, tal iniciativa garantiu a devida remuneração dos clubes que aderiram ao acordo e, consequentemente, contribuíram para o sucesso comercial e de audiência da competição, proporcionando a certeza da valorização maior para 2024.”

Fonte: Coluna Rodrigo Mattos – UOL